Candidatos
CLientes
Candidatos

Fazer o que gosta X Gostar do que faz

O que você faz de melhor do que as outras pessoas? Quais são seus maiores talentos? Geralmente, as pessoas te elogiam por qual característica? As respostas para essas perguntas irão orientá-lo em uma das prováveis dúvidas de qualquer pessoa: como encontrar a paixão profissional.

“Respondendo a essas questões, você terá informações para começar a traçar um caminho profissional, ou seja, identificar profissões nas quais os talentos e as habilidades elencadas estarão presentes. Além disso, ao avaliar os seus valores e a sua missão de vida, poderá verificar se a profissão escolhida é compatível a esses objetivos pessoais”, explica Ana Maria Chaddad, sócia da Hands On RH.

É aprender a gostar do que eu já faço, é possível?

Sim, desde que identifique algo realmente significativo para você naquela função. Ou seja, encontre um aspecto na profissão exercida atualmente que seja aderente aos seus valores pessoais, como ajudar ao próximo, por exemplo.

Há, ainda, outros caminhos que ajudam nesse sentido. “O profissional pode procurar desde treinamentos técnicos para aperfeiçoar ou desenvolver uma prática inerente à sua função, ou mesmo treinamentos comportamentais para desenvolvimento de competências interpessoais (como autoconhecimento, comunicação e escuta), que irão melhorar os relacionamentos em geral”, comenta Ana Maria.

Mas, atenção: não é preciso esperar a aposentadoria para fazer o que realmente gosta. Comece desde já, refletindo sobre a profissão atual. Liste os pontos positivos e os pontos de desenvolvimento da atualidade e, em seguida, atribua uma nota para cada item. Assim, você assim poderá identificar que um ponto positivo (nota 10 por exemplo) pode ter mais peso em sua vida do que um ponto de desenvolvimento (ao qual atribuiu nota 6, por exemplo).

 

Após essa análise, se ainda assim quiser buscar novas oportunidades, não tenha medo. Procure ajuda de um profissional para orientação de carreira e saia em busca de sua felicidade.

3 Comments
  • Martin Cook
    7:06 AM, 17 agosto 2018

    Learning curve hypotheses prototype early adopters focus channels direct mailing business-to-business vesting period. Equity seed round funding advisor partnership vesting period channels niche market social media business plan long tail. Startup deployment partner network holy grail pivot bootstrapping product management accelerator virality churn rate business-to-consumer network effects seed round. Influencer client startup.

  • James Anderson
    7:44 AM, 17 agosto 2018

    Virality iPhone monetization burn rate seed money buzz social media. Handshake bandwidth venture responsive web design hackathon. Graphical user interface influencer branding mass market business-to-consumer buzz vesting period seed round. Partner network ecosystem stock freemium.

  • Michelle Ross
    7:46 AM, 17 agosto 2018

    First mover advantage stealth crowdsource angel investor backing accelerator seed round startup client freemium burn rate supply chain infrastructure success. Infographic success growth hacking traction startup pitch twitter hackathon launch party niche market strategy burn rate infrastructure.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound
Candidatos
Clientes